Cargo, Semplice, Squarespace, Readymag, afinal, onde criar meu portfolio?

Jun 02, 2021

Se quiser uma resposta rápida: Cargo. Crie no Cargo. É relativamente simples de criar, fica tudo muito bonito e o plano anual não é dos mais caros (sem affiliate links aqui, ta? não tô ganhando um real para falar isso). Se preferir uma resposta longa, continua lendo aí. Ao longo dos anos, criei uma cacetada de versões deste site, cada uma delas em uma plataforma diferente, Cargo, Squarespace, Behance, dando uma passada pelo Semplice, Format até cair no Notion+Super, onde estou agora. Não tem santo que me faça usar o Readymag, sempre dá pau no mobile e o scroll é horrível. Passei uma cara pesquisando plataformas e mexendo nesse site para deixar ele do jeitinho que vc está vendo agora, e a dúvida que fica é: vale a pena investir essa grana e energia? Depende. Eu acredito que existam dois tipos de portfólios:

  • Quando você está procurando emprego.
  • Quando não.

Escolher um dos dois caminhos vai ajudar você escolher que plataforma seguir.

1. Quando você está procurando emprego

Aqui você tem um objetivo claro, conseguir um trampo e pagar as contas, seu portfolio precisa traduzir isso, sem firulas. Duas dicas importantes: - Se preocupe mais com o conteúdo do que com a forma. Neste momento um bom portfolio gratuito e estruturado no Behance resolve super bem, e talvez você nunca nem precise ter um site. O trampo foda da Giulia Fagundes é um bom exemplo. - Nem sempre precisa ser um site, mesmo. Um PDF também é uma ótima solução. Seja o mais direto possível, foque em apresentar os projetos que melhor representam o que você faz, muitas vezes quem está entrevistando também não vai ter tempo para ficar horas scrollando seu site. Outro exemplo de portfolio simples é o PDF do Sean Brown e esse incrível Google Slides do falecido estúdio de design, Hawraf.

2. Quando não:

Antes de começar a mergulhar em plataformas, se pergunte: por que você está fazendo um portfolio? Isso vai te ajudar a escolher a plataforma que melhor funciona para você. Aqui os 3 motivos por que eu faço o meu: - Primeiro, para aprender algo novo Apesar de não saber programar curto explorar, descobrir ferramentas novas e trazer para o site, muitas vezes troco de plataforma só pela curiosidade e aprendizado. Para mim um portfolio é algo vivo e deve mudar e evoluir com o tempo, assim como a gente. Plataformas como Cargo permitem que você explore e customize o html e css, de forma simples, e para mim isso é um grande diferencial, dá para plugar coisas como VideoAsk, HotJar, TinyNewsletter. O Squarespace também dá essa possibilidade, mas você tem que pagar um plano mais caro do que a média por isso. O Semplice, funciona muito bem para pessoas designers, como o Lebasis, eu tentei e testei, mas grids e espaçamentos não são muito a minha pegada, o que era para ser prático acaba ficando complexo demais atualizar constantemente. - Segundo, para dividir o que eu estou pensando e testando Estou sempre mudando de ideia, além do dia a dia de projetos de comunicação, curto escrever e venho tentando gravar mais vídeos também, uma plataforma de portfolio precisa me ajudar a juntar tudo isso em um lugar só. Se criar uma nova página ou atualizar uma antiga for algo muito treta de fazer, tô fora. Fui casado com o Squarespace por muito tempo, mas depois que aumentaram os preços e deixaram a plataforma muuuuito mais engessada, desisti. Fui caçar alternativas, há 1 mês encontrei o Notion + Super, estamos na fase boa do namoro, então leve isso em consideração ao ler minha opinião: De bate pronto eu já digo: é caro. São $12 doloridos dólares por mês, sem opção de desconto em um plano anual. O que funcionou bem para mim? Ele usa o Notion como base, o que é lindo, simples de usar, atualizar, alterar, e fica tudo bonitinho sem sofrer muito. A plataforma do Super tem várias restrições e uma usabilidade bem ruim, mas você consegue alterar css e também incluir coisas no html do site sem grandes problemas. Em menos de 1 semana consegui trazer o conteúdo do Squarespace pra cá, criar uma bela home e sessões novas, como uma parte de referências, outra de ferramentas, e esse blog que acabei de começar (esse é meu primeiro post ✌️, se leu até aqui, obrigado). Entre o Cargo e o Super, mesmo sendo a opção mais cara, estou ficando com o segundo. Por um motivo simples, venho trabalhando muito com texto e menos com imagens, o que faz essa plataforma fazer mais sentido para mim no momento.

Mas oh, se o seu trabalho envolve imagens lindas, interfaces, KV's, gifs e afins, pode ir no Cargo, de olhos fechados. - Terceiro e último motivo para criar um portfólio: mostrar meu trabalho Sendo muito sincero, para mim esse é o motivo menos importante, isso se você não estiver procurando um emprego, é claro. Mostrar o seu trabalho é algo que você consegue fazer em qualquer plataforma, seja ela gratuita ou milionária, mas para mostrar um pouco de como você pensa e o que acredita, tem algumas plataformas que podem te ajudar mais ou menos. Pra fechar: se você tem um tempinho sobrando, e também um pouco de dinheiro para testar diferentes plataformas, vai nessa, pague por 1 mês em uma delas ou tente o free trial, teste encontre o que funciona melhor para você, afinal no fim do dia é do seu site que estamos falando.

icon

Me manda novidades: E se você quiser receber os textos do blog, novidade sobre projetos, templates e ferramentas no conforto do seu inbox, se inscreva aqui.

← Blog